Como conseguir emprego sem experiência?

Você não tem experiência de mercado ou não tem experiência em uma área que você queira muito migrar? E aí fica a insegurança, pensando: “poxa vida, o mercado só contrata gente com experiência e eu não tenho a menor chance?!” Será mesmo? Hoje vamos falar sobre isso. Sobre como podemos conseguir um emprego mesmo sem ter experiência.


“Como ir bem em entrevistas de emprego sem experiência ou qualificação profissional?” Essa é uma pergunta cada vez mais frequente, principalmente entre o público jovem.


O fato de não ter experiência amedronta muitos candidatos que acabam não se arriscando no mercado de trabalho. E o que muitos não entendem é que, não necessariamente, o fato da empresa pedir experiência na área, não elimina quem não tem experiência! Em muitas oportunidades as competências podem ser mais importantes do que experiência na hora da contratação.


Dito isso, fica a dica para que você possa, a partir de agora, trabalhar suas competências de maneira estratégica, para ingressar no mercado de trabalho, conquistar um primeiro emprego ou fazer a alteração de carreira.


A seguir vamos falar sobre estratégias para conseguir um emprego mesmo não tendo experiência.


A primeira coisa que preciso dizer, é que não existe fórmula mágica. É tudo uma questão de estratégia. Então, temos que colocar a cabeça para funcionar. Pense de forma muito racional e saiba que há boas estratégias para conseguir a vaga. E isso serve tanto para quem não tem experiência no mercado, como para quem nunca trabalhou, e, também, para pessoas que querem migrar para uma nova área e não tem experiência nela.


Por isso, reconheça a importância de ter qualificação, e vá atrás disso o quanto antes.


Por que estamos te dizendo isso? Porque, geralmente, as contratações acontecem para suprir uma necessidade da empresa, e sendo assim, a qualificação se faz necessária.


No entanto, se você não tem a qualificação profissional (diploma, certificados), mas tem uma experiência profissional na área, saiba que ela é um meio de provar sua competência.


  • O ponto destaque aqui é o de que você não depende de uma contratação para poder estudar e ser um profissional mais preparado

Em segundo lugar: Prepare um currículo completo e organizado.

Não faça currículos repletos de espaço em branco. O currículo precisa ser atrativo para o seu contratante. Uma das formas de se atacar é realizar qualificações relacionadas com as vagas de seu interesse.


Em terceiro: Se prepare para entrevistas seletivas.

Se você for chamado para uma entrevista de emprego, tenha em mente que as suas chances de ser contratado são reais. O recrutador só convida quem preenche o mínimo para o cargo.

Use as dicas sobre atividades e cursos de qualificação a seu favor, elas darão conteúdo para você conversar com o recrutador.

Competências

É importante a gente ter consciência das nossas competências, mas o que seria isso? É a união do conhecimento e da habilidade, com atitude … e é exatamente isso que você tem que entregar/vender para a empresa.

Dicas para quem não tem experiência:


  • Não inferiorizem trabalhos que você já experimentou, mesmo que não sejam CLT, os famosos bicos, freelancer, trabalhos voluntários, etc…


Isso conta como experiência sim! Você pode colocar como “atividades complementares” ou “projetos individuais” ou ainda “outros trabalhos”, não tenha vergonha do seu trabalho! Coloque tudo no seu currículo.


Seja funcional para a área de atuação que deseja!


Tudo que você faz gera uma competência, então utilize o máximo de suas experiências para “linkar” no seu currículo. Lembre-se: competências se comprovam com fatos verdadeiros.


Já para quem tem experiência no mercado de trabalho e quer migrar para outra área, você precisará construir o seu currículo dando ênfase nessas competências e conhecimentos que, de certa forma, estão alinhados com a nova área em que quer conquistar uma vaga.

53 comentários